domingo, 12 de maio de 2013

Extermínio





Ergam-se as bandeiras da coragem,
Enterrem esse fantasma, a crueldade
Ensinem ao mundo que nessa viagem
É vergonhoso ameaçar a humanidade.

Quem são esses monstros sem um rosto,
Criados pelo escárnio e pelo ódio,
Escravos da inveja e do desgosto,
Capazes de atos vis e sórdidos

Ergam-se as bandeiras da verdade,
Apontem essas faces distorcidas
Treinadas pela vaidade,
Desgraçadamente destemidas.

Urge por um fim a esse holocausto,
Urge desmascarar um simbolismo,
Cuja maldade alcança o povo incauto,
Urge exterminar do mundo o TERRORISMO.

Texto e Imagem por Monica Gomes Teixeira Campello de Souza 
Todos os direitos reservados

11 comentários:

  1. Se ainda não és mãe, és filha
    Disso eu tenho a certeza
    No teu país maravilha
    Em teu corpo tanta beleza
    Mgtcs, estou de volta
    Neste dia especial
    Hoje, o dia da mãe se comemora
    No Brasil, país irmão de Portugal
    Onde a alegria mora
    Pensa este teu amigo virtual
    Minha visita quando demora
    Amiga não me leves a mal
    Em teu cantinho agora
    Tento o mais possível ser pontual!
    Beijinhos e feliz dia da mãe.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua agradável visita!

      Excluir
  2. Um belo grito de alerta minha amiga! Que a verdade prevaleça e o terrorismo desapareça.
    Amada, com relação à imagem fica ao seu critério, afinal a artista é você.Gosto muito de falar de amor.
    Beijos
    Gracita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo um grito de alerta Gracita, acho o pior dos crimes!
      Obrigda pela sua visita, vou fazer sua imagem!
      bjs
      Monica

      Excluir
  3. Boa tarde, Monica. Um excelente poema crítico, que daqui deu para eu ouvir os barulhentos gritos de protesto.
    Uma veia crítica boa demais!
    Adorei tudo!
    Sempre é bom o poeta falar de vários assuntos!
    Parabéns!
    Beijos na alma e paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que dê para ouvir daí minha amiga! :-)
      Obrigada pela sua visita!
      Bjs
      Monica

      Excluir
  4. Oi Mônica! Um imenso grito transformado em uma poesia maravilhosa. Mas quem se habilita a levantar bandeiras? De qual lado devemos estar? daquele que provoca ou daquele que reage? Quem não é contra? Quem não se indigna? Quem não os repudia? Quem grita? Alguns, como você! Brilhante!!!!!!
    Tenha bons dias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua visita meu caro! Eu costumo gritar e bem alto quando se faz necessário ser ouvida!
      Abs
      Monica

      Excluir
  5. Mesmo Diminuindo Meus Paços
    Mesmo Demorando Minha
    Chegada Do Outro
    Lado Da Ponte.
    Não cortarei pedaços
    Para Diminuir
    O Peso
    Que Eu Carrego.
    Mesmo Se A Dor Apertar.
    Na Minha Fé Deposito
    Minhas Esperanças
    Em Deus..
    Deus abençoe sua semana caminhas de flores e muito amor
    Beijos carinhos sempre.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  6. Olá, amiga!!! Passando para conhecer o seu blog que é maravilhoso!! Vim agradecer a sua visita no meu blog AGENDA DOS BLOGS. Já estou te seguindo.Venho te comunicar também, que você solicitou a Carteirinha AGENDA DOS BLOGS e essa Carteirinha só pode ser pedida pelos seguidores que divulgaram o seu blog na AGENDA.Na solicitação, você colocou o número 459, número este que é da amiga Liia Crochê.Cadastre o seu blog e venha fazer novas amizades!!! Passa na página INSCREVA-SE e siga as regrinhas que está lá, não a da Carteirinha. Te aguardo!! Bjs!!

    http://www.agendadosblogs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Boa noite!!!

    Conheci seu blog através do Agenda dos Blogs e passei para conhecê-lo.
    Parabéns pelo espaço e aproveito para convidá-la a participar do nosso grupo:
    https://www.facebook.com/groups/umamordeblog/

    Sucesso!!!

    http://www.lucyemascarenhas.com/

    ResponderExcluir

Faça um comentário, sua contribuição é muito importante!